Bem-vindo Visitante. Entrar ou Registrar

0 Respostas

Registrou sabendo que não é o pai, mas não dá assistência para a criança e ameaça a mãe.

Pergunta por: 521 visualizações , , ,
Família

A mãe entrou na justiça contra o individuo e ele mesmo sabendo que não é o pai por “amor” e em juizo decidiu assumir a responsabilidade com a pensão. Entretanto não pagou nenhuma das pensões e exige ficar com a criança mas quando pega fica por cerca de 1 hr e devolve, volta a criança cheia de esperança e com brinquedos nas mãos, recentemente ele ia passar a noite com a criança, não aguentou e quis devolver a criança, a mãe, cansada dessa brincadeira, informou que não ia pegar a criança porquê até a presente data ele NUNCA passou uma noite com a criança, nessas ida e vinda ameaçou a mãe de morte e informou que ia deixar a criança no portão dela, sozinha. Eu, namorado dela, nervoso, nada fiz pois a decisão é dela, tive que pedir pra amiga dela pegar a criança no portão, pois nós estavamos ausentes, ao chegar, eu mesmo fui até a criança de 2 anos e perguntei o que aconteceu, ele falou que o “PAI” bateu nele, perguntei o motivo, e a criança falou, “Porquê minha saiu.”, meio atordoado mas sereno perguntei, onde ele bateu, a criança diz ” Aqui.” O aqui dele era na cara. Agora pergunto, ela pode pedir a exclusão do direito dele ser o pai? A criança sempre sofrerá assim? Vou ter que ver ela num hospital por causa de um individuo desse? o Que eu faço? Posso ser sincero agora, hoje, a criança me respeita muito mais do que ao pseudo “pai” de 50 minutos. Não vou me meter, ma quero saber se há como ela resolver essa situação legalmente.

Responder Pergunta